Jul 02, 2020 Last Updated 10:37 PM, Jun 29, 2020

COREIA DO SUL: VISITA DO PAPA À COREIA DO SUL

Categoria: I Nostri Dicono
Visite: 621 volte

A visita que o Papa Francisco fará à Coreia a 14-18 de Agosto deste ano é a primeira de um pontífice desde que João Paulo II cá esteve em 1989, aquando do Congresso Eucarístico Internacional. A reacção à notícia confirmativa desta visita foi de exuberante alegria e satisfação por parte de todos os coreanos, católicos e não-católicos, pois vinte e cinco anos é muito tempo e porque o Papa é uma figura muito estimada por todos aqui.

A visita representa uma vitória da diplomacia católica sul-coreana, a qual tentou ao longo destes anos que o Papa visitasse a Coreia, uma nação onde a Igreja católica se vangloria de ter no sangue de milhares de mártires o seu início, a sua força e dinamismo. De facto, um dos motivos pelos quais o Papa Francisco visitará a Coreia será precisamente para beatificar mais 124 mártires: em 1984 o Papa João Paulo II canonizou 103 mártires, entre eles São André Kim Dae-gon (o primeiro sacerdote, o primeiro mártir e o primeiro santo sul-coreano), o patrono da Igreja coreana.

O segundo motivo que motiva a visita do Papa é a realização da Jornada Asiática da Juventude, que terá lugar na diocese de Taejon, uma ocasião que suscita particular interesse por parte do Papa, o qual tinha já expresso um amor e carinho especiais pela juventude durante a Jornada Mundial da Juventude, realizada o ano passado no Rio de Janeiro. Claro que o Papa irá também rezar pela reunificação das duas Coreias, um tema sobre o qual a Igreja coreana tem repetidamente mostrado particular interesse e dedicação. Segundo D. Pedro Kang Uh-il, presidente da Conferencia Episcopal, esta visita irá contribuir para a paz na península coreana.

No contexto asiático, a Igreja sul-coreana é a terceira mais forte, depois da Filipina e Vietnamita. A recente nomeação e ordenação do novo cardeal de Seúl, André Yeom Soo-jung, e o anúncio da visita do Papa representam uma injecção de entusiasmo e motivação sem precedentes na Igreja deste país, a qual tem sentido um declínio no que respeita à vitalidade e influência na vida da Coreia em geral e dos católicos em particular. Mais ainda: esta visita coloca de novo a Coreia no centro do mundo, pois cada visita papal é considerada um acontecimento de importância global.

 

 

 


Recenti

Nace la Conferencia Eclesial de la Amazonía: “una respuesta oportuna a los gritos de los pobres y de la hermana madre Tierra”

Nace la Conferencia Eclesial d…

30 Giu 2020 Finestra sul Mondo

Catechesi: un Direttorio molto atteso, “per far conoscere l'amore cristiano"

Catechesi: un Direttorio molto…

30 Giu 2020 Finestra sul Mondo

Anno Laudato si', opportunità di rinnovamento pastorale e missionario in America Latina

Anno Laudato si', opportunità…

30 Giu 2020 Missione Oggi

Grazie per San Tommaso

Grazie per San Tommaso

30 Giu 2020 Preghiere Missionarie

XIV Domenica -T. O. - Anno A

XIV Domenica -T. O. - Anno A

30 Giu 2020 Domenica Missionaria

La missione è già la prima consolazione per noi

La missione è già la prima c…

27 Giu 2020 I Nostri Missionari Dicono

A misericórdia: caminho para amazonizar-se

A misericórdia: caminho para …

27 Giu 2020 I Nostri Missionari Dicono

Kenya: Consolata, Our Mother’s Day

Kenya: Consolata, Our Mother…

26 Giu 2020 I Nostri Missionari Dicono

Il Cardinale Tagle: "Il linguaggio dell'evangelizzazione è quello della carità"

Il Cardinale Tagle: "Il l…

26 Giu 2020 Missione Oggi

Preghiera dell'accoglienza

Preghiera dell'accoglienza

26 Giu 2020 Preghiere Missionarie