Sep 19, 2021 Last Updated 5:13 PM, Sep 14, 2021

COREIA DO SUL: MENOS TRABALHADORES NA VINHA DO SENHOR

Categoria: I Nostri Dicono
Visite: 597 volte

A diocese de Incheon, a que pertence a comunidade central dos Missionários da Consolata, ordenou hoje, 7 de Janeiro, nove novos sacerdotes e treze novos diáconos. Comparando com a Europa, estes números são bem mais elevados, mas no contexto coreano eles revelam uma diminuição acentuada em relação a anos anteriores.

Longe vão os tempos (entre 1996 e 2000) em que a nossa diocese ordenava em média cerca de vinte novos sacerdotes e outros tantos diáconos anualmente, sendo Seul a mais “fértil” das dioceses com uma média de trinta e cinco sacerdotes e outros tantos diáconos. Entre os nove sacerdotes ordenados hoje há dois são religiosos, membros do Instituto Missionário do Sagrado Coração de Jesus. Há também dois religiosos entre os diáconos.

Nas dioceses maiores, são muitas as paróquias orientadas por dois sacerdotes, pároco e vice-pároco. De facto, o objectivo é precisamente o de chegar ao maior número possível de paróquias com dois sacerdotes, mesmo em paróquias que, por exemplo, têm cerca de mil fiéis registados e somente seiscentos que frequentam regularmente os sacramentos e demais actividades pastorais. Será, porem, impossível alcançar este objectivo, uma vez que a Igreja coreana começa a sentir os efeitos da crise vocacional, a qual afecta também a vida religiosa.

A crise vocacional é mais notória nas congregações de vida consagrada, inclusive entre as de maior “peso”, sobretudo Franciscanos e Beneditinos de ambos os ramos. Porém, é nas congregações com vocação missionária que a crise de vocações se faz sentir de forma mais acentuada. Alguns apontam os baixos níveis de natalidade e os atractivos da vida moderna como duas das principais razões desta crise, com consequências que começam no seio das comunidades paroquiais: há menos crianças a serem batizadas, menos crianças a frequentar a catequese e menos jovens a participar na vida eclesial.

Mesmo assim, há que salientar o facto de que a Igreja coreana tem crescido na sua dimensão missionária além-fronteiras, um crescimento que inclui o entusiasmo de vários bispos pela vocação “fidei donum”, enviando vários dos seus sacerdotes por períodos de três anos, nomeadamente para países africanos e latino-americanos.

 

 

 


Recenti

Fineste sull'America

14 Set 2021 Finestra sul Mondo

XXV Domenica del tempo ordina…

14 Set 2021 Domenica Missionaria

Riflessioni su Sant’Andrea Kim Taegon

Riflessioni su Sant’Andrea K…

12 Set 2021 I Nostri Missionari Dicono

La parola insegnata. La diacon…

12 Set 2021 Preghiere Missionarie

Visita canonica alla zona del pacifico colombiano

Visita canonica alla zona del …

12 Set 2021 I Nostri Missionari Dicono

Primi passi nella Comuna 13 di…

12 Set 2021 Missione Oggi

XXIV Domenica del tempo ordina…

07 Set 2021 Domenica Missionaria

Finestre sull'Asia

06 Set 2021 Finestra sul Mondo

Finestre sull'Africa

06 Set 2021 Finestra sul Mondo

La parola nella comunità. Int…

06 Set 2021 Preghiere Missionarie