Sep 19, 2021 Last Updated 5:13 PM, Sep 14, 2021

COREIA DO SUL: NAÇÕES ASIÁTICAS RESTRINGEM CASAMENTOS MISTOS

Categoria: I Nostri Dicono
Visite: 759 volte

Os casamentos entre coreanos e mulheres de outras nações asiáticas estão em declínio. Ao mesmo tempo, o número de crianças inter-raciais tem aumentado gradualmente, cuja integração na sociedade permanece um dos maiores desafios mais para a sociedade em geral e as autoridades em particular.

A maior parte dos imigrantes, na grande maioria mulheres que casam com homens coreanos, é proveniente das Filipinas, Camboja e Vietnam. Após ter atingido o recorde de 35.908 em 2010, o número de casamentos inter-raciais tem vindo a diminuir: 30.695 e 29.224 em 2011 e 2012 respectivamente. Quase todas encontram imensas dificuldades em se adaptarem à cultura, à língua e modo de vida local.

A estas dificuldades junta-se o fraco poder económico dos maridos, uma das razões para o aumento dos divórcios. Porém, no caso de coreanas casadas com estrangeiros, o número destes casamentos tem registado um aumento significativo.

Segundo a agência “Estatísticas Coreia”, a queda no número de casamentos entre homens coreanos e mulheres estrangeiras tem também a ver com as restrições mais rígidas impostas às agências de casamentos inter-raciais nos países de onde as mulheres são provenientes. O Camboja chegou a cortar relações com a Coreia há uns anos atrás após as autoridades terem desmantelado uma rede de agências de casamentos internacionais através das quais homens coreanos literalmente compravam uma mulher. Mais ainda: em 2008 proibiu a saída de mulheres locais para a Coreia e em 2011 vetou o acesso de tais mulheres a homens com mais de 50 anos. Entre os problemas que a grande maioria destas mulheres enfrenta estão a violência domestica e a ignorância reciproca relativa à cultura de ambos por parte do casal.

Nos últimos anos, este problema tem sido objecto de interesse nacional, por causa de casos extremos de violência doméstica e de discriminação das crianças inter-raciais no ambiente escolar. Dos casos mais extremos, que resultaram na morte de mulheres vietnamitas, os mais badalados ocorreram em 2007, em 2010 (o marido tinha problemas de saúde mental) e em 2011. O próprio presidente Lee Myon-bak pediu perdão em nome da nação às autoridades do Vietnam.

As autoridades têm criado vários centros de formação de imigrantes e seus filhos, sobretudo em zonas rurais, onde reside a maior parte dos homens que casam com estrangeiras, muitas vezes com diferenças de idade bastante significativas. 

 

 

 


Recenti

Fineste sull'America

14 Set 2021 Finestra sul Mondo

XXV Domenica del tempo ordina…

14 Set 2021 Domenica Missionaria

Riflessioni su Sant’Andrea Kim Taegon

Riflessioni su Sant’Andrea K…

12 Set 2021 I Nostri Missionari Dicono

La parola insegnata. La diacon…

12 Set 2021 Preghiere Missionarie

Visita canonica alla zona del pacifico colombiano

Visita canonica alla zona del …

12 Set 2021 I Nostri Missionari Dicono

Primi passi nella Comuna 13 di…

12 Set 2021 Missione Oggi

XXIV Domenica del tempo ordina…

07 Set 2021 Domenica Missionaria

Finestre sull'Asia

06 Set 2021 Finestra sul Mondo

Finestre sull'Africa

06 Set 2021 Finestra sul Mondo

La parola nella comunità. Int…

06 Set 2021 Preghiere Missionarie