Oct 25, 2021 Last Updated 1:03 PM, Oct 19, 2021

Coreia do Sul - Barrete cardinalício provoca alegria

Categoria: I Nostri Dicono
Visite: 1887 volte

{mosimage}A notícia da nomeação de Nicholas Cheong Jin-Suk, arcebispo de Seúl, como novo cardeal coreano no passado dia 22 de Fevereiro foi acolhida com muita alegria, seja pela sociedade coreana em geral, como pela Igreja Católica em particular. A cerimónia de investidura dos novos cardeais terá lugar no Vaticano, a 25 deste mês.

Como se costuma dizer em bom português, “custou… mas sempre foi!” Sim, após uma longa espera de 37 anos, o povo coreano viu reconhecida a energia, vitalidade e papel que a Igreja Católica desempenha neste canto da Ásia através da nomeação de um segundo cardeal. De facto, lembro-me de que sempre que havia uma nova nomeação de cardeais, os católicos coreanos esperavam com muita expectativa a atribuição desta honra a um dos seus membros. E havia mesmo quem “reclamava” o facto de o Japão, país onde os católicos são uma ínfima minoria, ter 2 cardeais.

O novo cardeal nasceu em Seúl. Desistiu dos estudos de engenharia química na prestigiada Universidade Nacional de Seúl para se tornar sacerdote. Depois de se graduar na Universidade Católica da Coreia, foi estudar para Roma, fazendo a licença em Direito Canónico no Colégio Urbaniano. A devoção ao estudo é uma das suas características, tendo publicado mais de 20 livros. A nível pastoral e social, exerceu sempre uma influência muito grande na sociedade coreana, se bem que nada comparada com a do primeiro cardeal coreano, Mons. Kim, o qual é uma das figuras de mais destaque e reconhecimento por parte de todos os coreanos, independemente do credo ou cor política. Mas o novo cardeal tem também méritos rconhecidos no que diz respeito à intervenção social, não poupando, em várias ocasiões, críticas aos governos.

Após o anúncio da nomeação, o novo cardeal exprimiu gratidão ao Santo Padre e ao povo coreano, dizendo: “Gostaria de atribuir esta honra a todo o nosso povo, pois creio que ela reflecte o estatuto cada vez mais influente da Igreja Católica na Coreia e no mundo. Farei o meu melhor para responder às expectativas do povo e contribuir para a defesa e promoção do bem comum da nossa nação.” Um dos bispos auxiliares de Seúl, Mons. Andrew Yeom Soo-Jong, disse: “Esta nomeação é um aviso claro de que a Igreja precisa de se dedicar com mais afinco aos esforços pela paz, justiça, solidariedade e amor através de uma auto-renovação contínua e da harmonia com as outras religiões”.

Falando de outras religiões, o Venerável Jigwan, director executivo da Ordem de Jogye, o maior e mais influente ramo do budismo na Coreia, enviou uma mensagem de congratulações na qual dizia: “A nomeação de um segundo cardeal mostra que a Igreja Católica na Coreia è uma justa recipiente da confiança que nela depõe a Igreja Universal. Esperamos dela um papel importante em favor da paz no mundo. Nós, budistas coreanos, também esperamos que o novo cardeal faça todos os esforços para aliviar o sofrimento e conflitos que assolam a humanidade como apóstolo da paz e do amor.” Também o actual presidente, Noh Moo-Hyon, bem como o antigo presidente, ambos católicos, felicitaram Mons. Nicholas e desafiaram-no a trabalhar com entusiasmo e energia pela paz e pelo desenvolvimento na Coreia.


Recenti

Finestre sul mondo

19 Ott 2021 Finestra sul Mondo

XXIX Domenica del Tempo Ordina…

19 Ott 2021 Domenica Missionaria

Ottobre missionario. Il mister…

18 Ott 2021 Preghiere Missionarie

Visita Canonica nella zona del Meru

Visita Canonica nella zona del…

18 Ott 2021 I Nostri Missionari Dicono

Il Vescovo Ponce de León: "La via per uscire dalla crisi è un dialogo nazionale realmente inclusivo"

Il Vescovo Ponce de León: …

18 Ott 2021 I Nostri Missionari Dicono

Mons. Giovanni Crippa nuovo vescovo di Ilheús

Mons. Giovanni Crippa nuovo ve…

18 Ott 2021 I Nostri Missionari Dicono

Indigeni migranti a Boa Vista …

18 Ott 2021 Missione Oggi

Finestre sul mondo

12 Ott 2021 Finestra sul Mondo

XXIX Domenica del Tempo Ordina…

12 Ott 2021 Domenica Missionaria

Ottobre missionario. I frutti …

11 Ott 2021 Preghiere Missionarie