Oct 20, 2021 Last Updated 1:03 PM, Oct 19, 2021

Coreia: Duas Coreias estão mais perto

Categoria: I Nostri Dicono
Visite: 1592 volte
{mosimage} O ex-presidente sul-coreano, Kim Dae-Jung, prepara-se para visitar a Coreia do Norte pela segunda vez.

Depois da primeira e famosa visita à Coreia do Norte em Junho de 2000, que lhe valeu o Prémio Nóbel da Paz, Kim Dae-Jung dá mais um sinal do avanço lento mas encorajador das relações entre as duas Coreias, apesar do impasse internacional relativo à questão do arsenal nuclear da Coreia do Norte.

A 17 de Maio, as delegações das duas Coreias, reunidas na estância turística da Serra de Kumgang, a poucos quilómetros da fronteira com a Coreia do Sul, chegaram a acordo para a segunda visita de Kim Dae-Jung a PyongYang, capital norte-coreana.

Terá lugar em Junho e durará quatro dias. A delegação norte-coreana deitou por terra as esperanças de uma visita por comboio, a primeira através da linha-férrea que liga o Norte com o Sul e que foi recentemente restabelecida após ter sido fechada depois do fim da Guerra das Coreias (1950-53).

A data exacta do encontro será definida após acertos feitos em relação ao modo de transporte a ser usado pelo ex-presidente. Foram acordados novos encontros relativos à zona industrial de Kesong, que foi construída por consórcios do sul e que emprega trabalhadores dos dois lados da fronteira. Um oficial da delegação do sul afirmou: “A Coreia do Norte recebeu de forma positiva esta visita de Kim Dae-Jung e concordou em lhe dar o tratamento honorífico que merece.”

A viagem de comboio foi recusada pela delegação do norte, que alegou razões de segurança militar. Sugeriu que Kim Dae-Jung faça um voo directo entre Seúl e PyongYang. Os militares norte-coreanos não estarão de acordo com a circulação de comboios entre os dois países. Nestes dias decorrem negociações entre líderes militares das duas Coreias.

Os dois lados acordaram que a comitiva de Kim Dae-Jung inclua pessoal médico e governativo. Desconhece-se se foi discutida a agenda do encontro entre Kim Dae-Jung e o líder norte-coreano, Kim Jong-Il. No sul, todos esperam que possam tratar da reunificação, bem como do impasse que se tem sentido nas negociações internacionais, em que tomam parte, além das duas Coreias, China, Rússia, Japão e Estados Unidos. Pensa-se que será discutida a possível visita a Seúl do líder norte-coreano, já acordada em 2000, mas que até hoje ainda não se realizou.

São sinais do avanço lento mas encorajador das relações entre as duas Coreias. A Coreia do Sul tem estado ao leme das iniciativas de re-aproximação, muitas das quais nem sempre são acolhidas pelas autoridades do Norte. Já aconteceu cancelarem um encontro à última da hora sem darem qualquer explicação. É de louvar a paciência e esperança de muitos sul-coreanos, a começar pelo governo e oposição.

-----

Foto: Estação de Dorasan, a última antes de entrar na Coreia do Norte de comboio. Foi renovada e está preparada para a eventual livre circulação de comboios entre as duas Coreias.

Recenti

Finestre sul mondo

19 Ott 2021 Finestra sul Mondo

XXIX Domenica del Tempo Ordina…

19 Ott 2021 Domenica Missionaria

Ottobre missionario. Il mister…

18 Ott 2021 Preghiere Missionarie

Visita Canonica nella zona del Meru

Visita Canonica nella zona del…

18 Ott 2021 I Nostri Missionari Dicono

Il Vescovo Ponce de León: "La via per uscire dalla crisi è un dialogo nazionale realmente inclusivo"

Il Vescovo Ponce de León: …

18 Ott 2021 I Nostri Missionari Dicono

Mons. Giovanni Crippa nuovo vescovo di Ilheús

Mons. Giovanni Crippa nuovo ve…

18 Ott 2021 I Nostri Missionari Dicono

Indigeni migranti a Boa Vista …

18 Ott 2021 Missione Oggi

Finestre sul mondo

12 Ott 2021 Finestra sul Mondo

XXIX Domenica del Tempo Ordina…

12 Ott 2021 Domenica Missionaria

Ottobre missionario. I frutti …

11 Ott 2021 Preghiere Missionarie