Apr 02, 2020 Last Updated 8:39 AM, Apr 2, 2020

Se você quer ir rápido, vá sozinho, se você quer ir longe, vá junto” (aforismo africano).

O Brasil e África têm muitas aproximações e similitudes, partilhando as diversidades culturais enormes e divinos, tal como Candomblé, Umbanda, até mesmo o cristianismo. Sem duvida, o Brasil abriga a segunda maior população africana do mundo, a maior fora da África.

Ambos têm nutridos esquemas de corrupção e outras piadas prontas sem vergonha. Porém, o Brasil possui progresso de alto nível, que pode ser uma referencia ou ‘think tank’ para o atual esforço de desenvolvimento de vastas áreas do continente africano. Mas, isso requer uma vontade de conversão mesmo, sobretudo na reforma política, reforçando participação popular e transparência. Isso é querigma imperativo pelos países do terceiro mundista.

Todavia, a imagem do Brasil na África, esta cada vez mais obscura e confusa. A presença brasileirão na África, baseada em negócios de petróleo, carvão, e minerais aproxima o pais de práticas neocolônias no continente. As relações passaram de bilateral a unilateral, apodrecendo a imagem diplomática do Brasil na África.

O Brasil esta deixando a relação com a África sob o prisma de um ideal de solidariedade e fraternidade, que enfatiza as raízes históricas e culturais entre os povos, e agora, entrou no mesmo saco furado de roubos como China e entre outros ocidentais, em nome de investimentos, neocapitalismo e business marketing. Se verdadeiramente, querem aprofundar e fundar as relações solidas e humanas, o silencio brasileiro nas questões do financiamento da pobreza, terrorismo de Al-shabaab e Boko haram, exclusão social e os direitos humanos tem que ser quebrado.  O Brasil deve continuar ser a ‘’Terra da boa Esperança’’ (Ignancy Sachs). E a África precisa abandonar a dependência infantil de ‘ajudancia internacional’, aprendendo caminhar com suas próprias pernas.

Tudo mundo tem que viajar sair e ver. O Brasil, porem, necessita de redescobrir a África, na vitalidade da sua cultura e economia. A África deve abordar suas condições com uma perspectiva critica, mas construtiva voltada para reformar suas instituições, sem se tornar presa do escapismo.

O que importa mais no globo google de hoje é acolher a unidade na diversidade. Sim, por que, a diversidade é divina, e a divisão sem graça é diabólica. ``Somos simultaneamente dementes e sapientes, ou seja, Adão e Cristo. Cada um deve saber equilibrar estas duas forcas e na melhor das hipóteses, dar primazia as dimensões de luz sobre as dimensões de sombra, as de Cristo sobre as do velho Adão`` L. Boff. No mundo cada vez globalizado, todos os problemas em qualquer atmosfera e esfera são nossos também.  Portanto, urge buscar formas civilizadas no qual predomine a vontade de cooperação em vista do bem comum.

A África e o Brasil, ambos têm muita diversidade dentro dos seus ventres uterinos, isso é acolhimento generoso e hospitalidade inédita. Esse acolhimento mostra que somos um só povo. Tudo é um, e tudo se relaciona e coexiste. Bem haja a amizade Brasil - África!

Recenti

8 aprile - Giornata di Adorazione e intercessione IMC

8 aprile - Giornata di Adorazi…

02 Apr 2020 I Nostri Missionari Dicono

Journeying with our people during this hard time of Covid-19

Journeying with our people dur…

30 Mar 2020 I Nostri Missionari Dicono

El Coronavirus y el Tercer Mundo

El Coronavirus y el Tercer Mun…

30 Mar 2020 Finestra sul Mondo

L’enciclica più bella di questo Pontificato

L’enciclica più bella di qu…

30 Mar 2020 Finestra sul Mondo

"Digital Church" in Asia, amid coronavirus emergency

"Digital Church" in …

30 Mar 2020 Missione Oggi

Supplica litanica

Supplica litanica

30 Mar 2020 Preghiere Missionarie

Domenica delle Palme - Anno A

Domenica delle Palme - Anno A

30 Mar 2020 Domenica Missionaria

O mundo interior

O mundo interior

29 Mar 2020 I Nostri Missionari Dicono

Roma: Notícias e reflexões sobre a epidemia do coronavírus

Roma: Notícias e reflexões s…

29 Mar 2020 I Nostri Missionari Dicono

Faith response to Covid-19

Faith response to Covid-19

28 Mar 2020 I Nostri Missionari Dicono