A cultura do encontro desafiada pelo mundo digitalizado

Rate this item
(0 votes)
Tagged under

A cultura do encontro desafiada pelo mundo digitalizado

No terceiro dia do Simpósio sobre “50 anos do Decreto Ad gentes” realizado no Centro Cultural Missionário (CCM), em Brasília (DF), o assessor teológico do Cimi, padre Paulo Suess, refletiu sobre os desafios e perspectivas do mundo digitalizado para a prática missionária.

“A comunicação ad gentes rompe com linguagens herméticas e se concentra no essencial. A transmissão da fé é desafiada pela urgência da caridade, pela velocidade de aparatos e tecnologias frias a serviço do grande capital, e pela lentidão do encontro face a face com o outro”, afirmou o teólogo. O essencial, no Novo Testamento e na Evangelii Gaudium é a “exigência irrenunciável do amor ao próximo: quem ama o próximo cumpre plenamente a lei” (EG 161).

Promovido pelo Centro Cultural Missionário (CCM) e a Rede Ecumênica Latino-americana de Missiólogos e Missiólogas (RELAMI), o Simpósio reuniu, nos dias 23 a 27, em Brasília (DF), 55 pessoas entre, docentes, teólogos, pesquisadores, representantes de instituições missionárias e agentes de pastoral do Brasil e convidados de Moçambique e do México.

Em sua análise, Suess observou que a “linguagem ad gentes, hoje, é necessariamente ecumênica, interreligiosa e humanitária”. O missiólogo abordou o tema em três círculos concêntricos percorrendo, no primeiro e mais amplo círculo a “genealogia da comunicação”, desde a oralidade à escrita, e do livro sagrado ao mercado editorial digitalizado.

 No segundo círculo o teólogo apresentou os “desafios, promessas e ambivalências do mundo digital” para chegar ao terceiro círculo quando destacou a construção da cultura do encontro em comunidades e redes.

“Podemos mergulhar no mundo digital, sem molhar-nos nas águas do lucro e da nova colonização pelas promessas da propaganda?”, indagou o assessor e afirmou: “por acompanhar as grandes tendências da época, a evangelização norteada pela ‘cultura do encontro’ se inscreve num horizonte místico em busca da unidade na diversidade e numa perspectiva profética em busca da paz no meio dos grandes conflitos. Mística e profecia transformam a missão de `benfeitora colonial´ em servidora e libertadora estrutural, de juíza entre as partes em advogada dos pobres. Ao meio do povo, a missão aprende louvar a Deus na humanidade ferida”.

Suess terminou parafraseando a Evangelii Gaudium: “Essas relações interpessoais com a humanidade ferida não podem ser substituídas por sofisticados aparatos da mídia digital“ (cf. EG 88).

De acordo com Suess, proximidade, universalidade e urgência pastoral se articulam em sete registros: mobilidade (mística do caminho e ruptura sistêmica), pluralidade (diálogos com o diferente), relevância (para os pobres e os outros), leveza (física e estrutural), visibilidade (sinal que renuncia à totalidade sem abrir mão de sua missionariedade), simplicidade (de doutrinas e da vida), e conectividade (proximidade universal e capacidade de articulação).

Paulo Suess presidiu a missa de envio, na manhã desta sexta-feira, 27, e em sua homilia lembrou que ressuscitar e fazer ressuscitar são dois polos do caminho do cristão. “Somos enviados neste rito de iniciação (missa) começando com o perdão que nos liberta para a ressurreição. Temos depois, o rito das luzes do qual saímos um pouco mais iluminados com este encontro (Simpósio) de diversidade onde fizemos uma experiência de enriquecimento. Todos fomos iluminados e a luz está em nós. Esta luz dos cinco continentes é a luz da Páscoa. Eis a luz de Cristo! Com ele seguimos o caminho no prolongamento da encarnação. Partir é sempre um novo repartir ao chegarmos em casa onde iluminamos a vida dos outros. Nós sempre voltamos diferentes”.

 Fonte: www.pom.org.br

Gli ultimi articoli

Padre Matteo Pettinari: “come buon pastore, si è speso per le sue pecore”

21-04-2024 I Nostri Missionari Dicono

Padre Matteo Pettinari: “come buon pastore, si è speso per le sue pecore”

Il missionario della Consolata italiano padre Matteo Pettinari, quarantaduenne, nato a Chiaravalle (Ancona) e cresciuto a Monte San Vito, è...

Read more

Il "missionario in cammino" padre Rubén López è andato incontro a Dio

21-04-2024 I Nostri Missionari Dicono

Il "missionario in cammino" padre Rubén López è andato incontro a Dio

Il missionario della Consolata padre Rubén Horacio López è morto la mattina del 19 aprile 2024 a Buenos Aires, in...

Read more

Venezuela: rara malattia continua a uccidere bambini Warao nel Delta Amacuro

19-04-2024 Notizie

Venezuela: rara malattia continua a uccidere bambini Warao nel Delta Amacuro

Il “barcone ospedale” è finalmente arrivato nella comunità di Nabasanuka martedì 16 aprile per assistere a nuovi casi di una...

Read more

Roraima: nuovi progressi per l'allevamento di bestiame nella Raposa Serra do Sol

17-04-2024 I Nostri Missionari Dicono

Roraima: nuovi progressi per l'allevamento di bestiame nella Raposa Serra do Sol

Il Centro di Formazione e Cultura Indigena presso l'ex Missione IMC di Surumu a Roraima, nord del Brasile, ha ospitato...

Read more

Ha visto la luce l’ultima fatica di padre Sandro Carminati

17-04-2024 Notizie

Ha visto la luce l’ultima fatica di padre Sandro Carminati

Presenta il libro «Cappuccini bresciani in Rezia» del padre Sandro Carminati, Missionario e studioso scomparso nel 2019 È stato presentato, il...

Read more

Suor Chiara Strapazzon: Consolatina-allamaniana puro sangue

17-04-2024 I Nostri Missionari Dicono

Suor Chiara Strapazzon: Consolatina-allamaniana puro sangue

Suor Chiara Strapazzon nacque a Velai di Feltre (Belluno) il 13 aprile 1890 da santi genitori. Alla sua entrata nell’Istituto...

Read more

IV Domenica di Pasqua / B - “Io sono il Buon Pastore …”

16-04-2024 Domenica Missionaria

IV Domenica di Pasqua / B - “Io sono il Buon Pastore …”

61ª Giornata Mondiale di Preghiera per le Vocazioni At 4,8-12Sal 117I Gv 3,1-2Gv 10,11-18 La quarta Domenica di Pasqua è considerata la...

Read more

È morto all’età di 101 anni Padre Bianchi, il missionario della Consolata più anziano

15-04-2024 Notizie

È morto all’età di 101 anni Padre Bianchi, il missionario della Consolata più anziano

Descritto come un missionario appassionato e vivace, padre Antonio Bianchi, IMC, è mancato a Nairobi, Kenya, domenica 14 aprile 2024. Secondo...

Read more

Venezuela: La morte dei bambini Warao nel Delta Amacuro

15-04-2024 Notizie

Venezuela: La morte dei bambini Warao nel Delta Amacuro

Sono anch'io Warao. Quanti altri? Nel video allegato potete vedere alcune delle tombe dei bambini Warao che stanno morendo in questi...

Read more

Articoli correlati

onlus

onlus

consolata news 2

 

Contatto

  • Viale Mura Aurelie, 11-13, Roma, Italia
  • +39 06 393 821