MISSIONÁRIOS E MISSIONÁRIAS DA CONSOLATA NO BRASIL CELEBRAM JUBILEU

jublsCelebrar é atualizar algo importante que faz parte da história, pessoal, comunitária, social ou religiosa de alguém. É um gesto que eleva a pessoa a Deus, autor e Senhor de todos os dons, é reconhecer que Ele, no seu infinito amor, esteve sempre presente no desenrolar da história que se celebra. Foi o que aconteceu domingo, dia 23 de janeiro, quando a Família Consolata no Brasil: padres, irmãos, irmãs, seminaristas, junioristas, vocacionadas e Leigos Missionários, se reuniram na Paróquia Santo Antonio dos Bancários, Zona Norte de São Paulo, para uma solene Celebração de Ação de Graças.

Vários foram os motivos para agradecer. Em primeiro lugar fizer memória de mais um Aniversário de Fundação do Instituto. Depois, as Irmãs Missionárias da Consolata celebraram o encerramento do Centenário de Fundação; e em terceiro lugar, agradecer a Deus, pelo Jubileu de Sacerdócio e de Profissão Religiosa de alguns membros da Família. Presidiu a Celebração, Dom Joaquim Justino Carreira bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, regional Santana. Concelebraram um bom número de Missionários da Consolata e o padre Geremias Gomes dos Santos, pároco local. No início da Eucaristia, os Jubilares se apresentaram, recebendo o carinho da assembleia. Os jubilandos e jubilandas foram:

PE. ADEMAR SEREFIM MEDIROS – 60 Anos de Sacerdócio, PE. VIDAL MORATELLI, – 50 Anos de Sacerdócio, PE. HÉCTOR ELIAS B. BETANCUR – 25 Anos de Profissão Religiosa, PE. JORDÃO MARIA PESSATTI – 60 Anos de Profissão Religiosa; e os padres: LÍRIO GIRARDI, ADRIAMO PRADO, JOÃO MONTEIRO DA FELICIA e ONORATO DOMPÉ – 50 anos de Profissão Religiosa. Alguns padres não estiveram presentes por motivo de saúde ou outros empenhos. Celebraram 50 Anos de Profissão Religiosa, as Irmãs: BETILLA A. MAGNAGUANO, CRISTIN RIBEIRO, JERONI FÁVERO, MARILDA NAVARINI, PIER DOMINGAS MORAIS, PAULINA ÂNGELA LORENSET e LÍRIA ANTONIA CACCIONI.

Na homilia Dom Joaquim, além de parabenizar os festejados/as, fez algumas considerações sobre as leituras do dia, liturgia do 3º Domingo do tempo Comum, especialmente sobre o Evangelho de Mt 4, 12-16, que falava sobre o chamado dos primeiros apóstolos. Destacou o papel importante da Família e da Comunidade eclesial, no processo vocacional dos que o Senhor chama para um compromisso nos vários ministérios, para que a Igreja se torne toda ministerial. Sublinhou ainda a importância da vocação missionária na vida da Igreja e agradeceu o trabalho realizado pelos missionários e missionárias da Consolata em São Paulo, no Brasil e no mundo.

No final da missa padre Lírio e Irmã Edite Cobalchine, superiores Provinciais IMC e MC no Brasil agradeceram a comunidade e o bispo pela comunhão e solidariedade. A Família Consolata no Brasil é grata ao Senhor por celebrar tantos acontecimentos com familiares, amigos e com a Comunidade paroquial Santo Antônio dos Bancários. Após a celebração houve um almoço festivo no Recanto Consolata.

Pin It